Polícia espanhola identifica 800 turistas que aplicavam golpes em hotéis

Palma (Espanha), 20 out (EFE).- A Polícia Nacional da Espanha identificou cerca de 800 turistas britânicos que apresentavam falsas reclamações contra hotéis das Ilhas Baleares, no mediterrânico, supostamente afetados por intoxicações alimentares.

Estes turistas apresentaram reclamações através de 77 escritórios de advocacia, que teriam orquestrado uma possível rede criminosa baseada em falsas denúncias, que causaram grandes prejuízos econômicos ao setor turístico nessas ilhas e em outros locais do país, informou nesta sexta-feira o Ministério do Interior da Espanha em um comunicado.

As atuações estão enquadradas no processo judicial que investiga uma possível fraude em massa, pelas reclamações de supostos problemas gástricos por parte de turistas ingleses que viajaram à Espanha através de agências de turismo com sistema de alimentação "all-inclusive".

Desde janeiro de 2016 e até em setembro passado, foram recebidas reclamações em um valor próximo a 4 milhões de libras esterlinas, o que representa um aumento de até 700% em relação ao volume de anos anteriores.

Esta mesma prática fraudulenta também ocorreu no arquipélago atlântico das Canárias e na zona do Levante espanhol.

Segundo a Polícia, só uma pequena porcentagem dos reclamantes foi ao médico, já que a legislação inglesa - à qual são submetidas estas questões por questões contratuais - é muito favorável ao consumidor, já que basta apresentar um simples recibo de compra de um medicamento para justificar a intoxicação.

Além disso, para os hotéis que recebiam as reclamações era mais oneroso comparecer ao julgamento para defender seus direitos, pois os valores das reclamações eram diretamente descontados pelas agências de turismo inglesas.

As denúncias por estas supostas intoxicações afetavam hotéis que tinham sido aprovados em todas as inspeções de saúde, inclusive algumas feitas pelos próprios operadores turísticos ingleses, que depois administraram as reclamações.

Após a denúncia de vários hotéis, a polícia espanhola entrou contato com instâncias policiais internacionais e as primeiras ordens de prisão a turistas britânicos nos tribunais ingleses foram fruto dessa colaboração.

As primeiras sentenças condenatórias provocaram a retirada em massa de reclamações no Reino Unido perante o temor de ter que responder judicialmente por elas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos