Kirchnerismo assegura que supera oficialismo em principal distrito eleitoral

Buenos Aires, 22 out (EFE).- A opositora frente Unidade Cidadã (UC), liderada pela ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner (2007-2015), assegurou, segundo as suas próprios pesquisas, que supera em votos o oficialismo na província de Buenos Aires, principal distrito do país, durante as eleições legislativas deste domingo.

"Fizemos nossas próprias bocas de urna. A última foi às 17h30 (meia hora antes de os colégios eleitorais fecharem), que nos dá uma leve vantagem", disse o dirigente da UC Leopoldo Moreau em entrevista coletiva.

Segundo dados apresentados pela coalizão, pela qual Cristina concorre ao Senado no território bonaerense, a UC contaria com 38,3% dos votos, seguido por Cambiemos (37,6%), a coalizão de centro-esquerda 1País (15,8%), o peronista Cumplir (6%) e a Frente de Izquierda (2,3%).

Moreau disse que vão ser "muito prudentes" na difusão de dados que antecipem o resultado e que isto até agora "é só um panorama".

Os primeiros resultados da apuração provisória das eleições serã divulgados às 21h (horário local, 22h em Brasília).

Moreau reconheceu que "aparentemente e felizmente" o dia foi "um que se desenvolveu com normalidade".

Cerca de 33,1 milhões de cidadãos foram convocados às urnas para escolher um terço da Câmara de Senadores (24 cadeiras) e a metade da de Deputados (127), nas primeiras eleições legislativas de Mauricio Macri como presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos