Papa pede paz na Terra Santa em encontro com patriarca greco-ortodoxo

Cidade do Vaticano, 23 out (EFE).- O papa Francisco pediu nesta segunda-feira a multiplicação dos esforços para alcançar uma "paz estável" e permitir a convivência na Terra Santa, durante a audiência que teve com o patriarca greco-ortodoxo Teófilo III.

"Este encontro me oferece a oportunidade de transmitir novamente minha proximidade a todos aqueles que sofrem com os conflitos que há decênios afligem a Terra Santa", afirmou o pontífice perante o patriarca e sua comitiva, que permanecerá em Roma até quarta-feira.

Francisco destacou que "a incerteza da situação e a incompreensão entre as partes continuam causando insegurança, limitação de direitos fundamentais e o abandono da própria terra para muitos".

"Por isso invoco a ajuda de Deus e peço a todos os sujeitos implicados que multipliquem os esforços para que se deem as condições para uma paz estável, baseada na justiça e no reconhecimento dos direitos de todos", acrescentou.

Para isso, disse o papa, "é preciso rejeitar com firmeza o recurso a qualquer tipo de violência, de discriminação e de intolerância para as pessoas ou locais de culto judaico, cristão ou muçulmano".

"A Cidade Santa, cujo 'status quo' deve ser defendido e preservado, deveria ser um lugar em que todos possam conviver pacificamente; caso contrário continuará para todos e sem fim a espiral do sofrimento", argumentou.

Neste sentido, abordou especialmente a situação da comunidade cristã para que "sempre seja reconhecida parte integrante da sociedade" e que, como cidadãos, "levem sem cansar jamais sua própria contribuição à paz".

Por outro lado, Francisco expressou seu desejo para progredir "no caminho da plena unidade" entre a igreja católica e a greco-ortodoxa, separadas desde o "Grande Cisma" do século XI.

"Sei bem que algumas feridas do passado continuam deixando sinais na memória de muitos. Não se pode mudar a história, mas, sem esquecer as graves faltas de caridade durante séculos, dirijamos lado a lado um olhar a um futuro de reconciliação plena e comunhão fraterna", concluiu o papa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos