Atentado do EI deixa mais de dez agentes das forças do governo sírio mortos

Beirute, 25 out (EFE).- Pelo menos 10 efetivos das forças do governo da Síria, alguns deles estrangeiros, morreram na noite de terça-feira e outros oito ficaram feridos por conta de um atentado do grupo Estado Islâmico (EI) na cidade de Al Mayadin, no nordeste do país, segundo informações divulgadas hoje pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG disse que os jihadistas detonaram um carro-bomba naquela cidade, localizada na província de Deir Zor.

O ataque aconteceu dez dias depois que o Exército sírio e seus aliados expulsaram o EI de Al Mayadin, antiga "capital da província de Al Jair", uma das divisões territoriais impostas pelos radicais nas áreas que controlam.

Deir Zor é o cenário de uma ofensiva das tropas governamentais sírios desde o início de setembro.

Ontem, unidades militares tomaram o controle de vários pontos na localidade de Mahkan, no sudeste de Al Mayadin e em direção da cidade de Abu Camal, fronteira com o Iraque, segundo a agência de notícias oficiais "SANA".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos