Combates deixam 4 militares mortos no leste da Ucrânia nas últimas 24 horas

Kiev, 25 out (EFE).- Pelo menos quatro militares ucranianos morreram e outros quatro ficaram feridos nas últimas 24 horas após a intensificação dos combates no leste da Ucrânia, informou nesta quarta-feira o comando das forças governamentais da zona do conflito.

Segundo o relatório da ATO (operação antiterrorista das forças armadas ucranianas), os enfrentamentos contra milícias pró-Rússia nas regiões orientais de Donetsk e Lugansk se agravaram nos últimos dias quando "grupos armados ilegais" atacaram as posições ucranianas com fogo de morteiros e lança-granadas.

Concretamente, foram registrados nos combates nas localidades de Talakivka e Avdiivka - na província de Donetsk -, nos quais foram empregadas armas pesadas proibidas pelos Acordos de Minsk.

"Durante o último dia os grupos armados ilegais violaram a trégua 15 vezes. Como resultado dos combates, dois de nossos soldados foram assassinados (...) e outros dois morreram por causa de uma explosão com dispositivos desconhecidos", detalha o relatório.

Além disso, a Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) informou que nesta segunda-feira um dos seus aviões não-tripulados foi alvo de um ataque com rajadas de armas leves enquanto realizava um voo de observação em uma área controlada por separatistas pró-Rússia na cidade de Donestk.

As hostilidades se agravaram poucos dias depois de o presidente do país, Petro Poroshenko, visitar um assentamento militar em Avdiivka, a poucos quilômetros dessa cidade, e se reunir com as brigadas que defendem a localidade.

Segundo a ONU, o leste da Ucrânia está se transformando em uma das regiões mais minadas do mundo, especialmente nas cidades fronteiriças com a Rússia, parte de cujos territórios se encontram em mãos de milícias pró-russas.

Nos quase três anos e meio de conflito na região de Donbass (como se conhece Donetsk e Lugansk) morreram mais de 10.000 pessoas, entre combatentes e civis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos