Defesa de Temer diz que acusação quer "acabar com classe política"

Brasília, 25 out (EFE). - A defesa do presidente Michel Temer afirmou nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados que as denúncias que podem levá-lo a julgamento são uma "tentativa de acabar com a classe política", com uma "falsa luta contra a corrupção".

Os advogados do governante falaram em uma sessão na qual a Câmara de Deputados decidirá se autoriza o Supremo a instaurar um julgamento contra Temer, que nesse caso seria suspenso das funções por 180 dias e perderia o cargo se for condenado.

O chefe da equipe de advogados de Temer, Eduardo Carnelós, disse que a denúncia por obstrução de Justiça e associação ilícita apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o governante é "uma clara e inegável tentativa de criminalizar a política".

Segundo Carnelós, o Brasil atravessa uma fase "muito triste" da história, que escurece com "uma denúncia que tem como único objetivo atacar um presidente honesto.

O advogado desqualificou os depoimentos dos donos do grupo JBS, nos que boa parte da acusação está apoiada, e lembrou que o acordo que o grupo assinou com a Justiça foi cancelado depois que foi comprovado que mentiram e ocultaram informação.

"São criminosos que tentam se salvar da prisão com mentiras", afirmou Carnelós sobre as acusações dos donos da JBS.

O advogado destacou que a denúncia formulada contra Temer fala de uma "organização criminosa" que atuava na Câmara, "com o que acusa todo o Legislativo de fazer parte de uma rede de corrupção fictícia".

Nesse mesmo sentido se manifestou o deputado Bonifácio de Andrada, da comissão que fez uma análise prévia do caso e recomendou ao plenário que negue as acusações contra Temer.

"Não há provas", disse Andrada, aludindo ao valor probatório dos depoimentos da JBS, já foi negado em ocasião de uma primeira denúncia contra Temer, rejeitada pelos deputados em agosto.

A previsão é de que a sessão dure de 12 a 15 horas, já que terão direito à palavra vários deputados, tanto a favor quanto contra o presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos