PUBLICIDADE
Topo

Golpeado com barra metálica, opositor russo morre após passar 2 meses em coma

25/10/2017 11h32

Moscou, 25 out (EFE).- Um opositor russo morreu após passar dois meses em coma depois de ser golpeado na cabeça com uma barra metálica, informou nesta quarta-feira Ilya Yashin, líder do movimento opositor Solidarnost.

"Em Moscou foi assassinado o ativista da oposição democrática Alexey Stroganov. Um desconhecido lhe bateu na cabeça com uma barra metálica", escreveu Yashin em seu perfil no Facebook.

O opositor detalhou que Stroganov morreu na segunda-feira sem ter recuperado a consciência após "dois meses em coma" em um hospital da capital russa.

"Stroganov pertenceu durante muitos anos à Solidarnost e participou da organização dos protestos em massa de 2011 e 2012", os maiores desde a dissolução da União Soviética, acrescentou.

A oposição denuncia que, dois meses após o ataque, as autoridades ainda não iniciaram uma causa penal.

Recentemente, outro ativista, Nikolay Liaskin, assessor do líder da oposição extraparlamentar, Alexey Navalni, também foi golpeado com uma barra metálica.

Além disso, nesta segunda-feira Tatiana Felgenhauer, conhecida jornalista da emissora independente "Eco de Moscou", foi esfaqueada em seu local de trabalho.

Alguns meios de comunicação consideraram que o ataque à jornalista se emoldura na nova campanha contra a oposição ao Kremlin agora que se aproximam as eleições presidenciais, o que foi negado pelo Kremlin.