PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Xi Jinping escolhe aliados íntimos para dirigir exército chinês

25/10/2017 09h30

Pequim, 25 out (EFE).- A Comissão Militar Central do Partido Comunista da China, principal órgão reitor das forças armadas, confirmou nesta quarta-feira o presidente Xi Jinping como chefe da instituição, acompanhado de dois novos vice-presidentes, os generais Zhang Youxia e Xu Qiliang, ambos conhecidos por sua amizade com o governante.

Zhang, de 67 anos, dirigiu o Departamento de Desenvolvimento de Equipamento na comissão, e seu pai, um histórico revolucionário da época em que se fundou o regime (1949), era amigo do pai de Xi, outra "velha glória" da era maoísta.

O segundo vice-presidente da renovada comissão, Xu Qiliang, também de 67 anos, é um general das forças aéreas, nas quais se alistou com apenas 16 anos, e é o primeiro oficial desse ramo do exército que chega à máxima lista de poder militar no regime comunista.

Xu também tem vínculos com o presidente Xi, a quem conhece desde os anos 90, quando ambos desempenharam altos cargos provinciais no sudeste do país.

Xi, chefe de Estado e do exército, também apresentou hoje os seis membros que lhe acompanharão os próximos cinco anos no Comitê Permanente, a cúpula do Partido Comunista, todos eles também aliados próximos, sem deixar espaço a outras famílias ou facções rivais no regime.

Internacional