Itália diz que não reconhecerá a independência da Catalunha

Roma, 27 out (EFE).- A Itália não reconhecerá a independência da Catalunha, afirmou nesta sexta-feira o ministro de Relações Exteriores do país, Angelino Alfano, que considerou a decisão do parlamento regional como um "gesto gravíssimo e fora da lei".

"A Itália não reconhece nem reconhecerá a declaração unilateral de independência proclamada hoje pelo parlamento regional da Catalunha. Se trata, de fato, de um gesto gravíssimo e fora da lei", afirmou o chanceler italiano em comunicado.

Por esse motivo, Alfano condenou firmemente o processo e desejou que diálogo seja restabelecido em respeito à Constituição.

"Tudo isso para a poupar a população de uma escalada de tensão de um afastamento de um país unido e de forte marca europeísta como a Espanha", disse Alfano.

A reação do chefe da diplomacia italiana ocorre horas depois de o parlamento da Catalunha ter aprovado uma declaração unilateral de independência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos