UE reitera que "Espanha continua sendo sua única interlocutora"

Bruxelas, 27 out (EFE).- O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou nesta sexta-feira que a Espanha continua sendo a "única interlocutora" da União Europeia (UE) após a declaração de independência da Catalunha aprovada hoje pelo parlamento regional catalão.

"Para a UE nada muda. A Espanha continua sendo nossa única interlocutora. Espero que o governo espanhol favoreça a força dos argumentos, não os argumentos da força", escreveu Tusk em sua conta no Twitter.

A Comissão Europeia evitou se pronunciar sobre o resultado da votação da declaração de independência na câmara catalã e se ateve às declarações realizadas pelo comissário europeu de Investigação, Carlos Moedas, que nesta manhã afirmou que a UE "tem que defender a ordem constitucional da Espanha".

"Todos temos que respeitar os países como são, respeitar sua Constituição", disse em entrevista coletiva o comissário português, que acrescentou que "isto é extremamente importante para a Europa".

O parlamento da região da Catalunha aprovou hoje uma resolução na qual determina que sejam tomadas as medidas necessárias para desenvolver o marco legal de uma república independente da Espanha.

Pouco depois, o Senado da Espanha aprovou, por maioria absoluta, as medidas que o governo espanhol propôs para frear o processo separatista na Catalunha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos