Comboio humanitário entra em bastião opositor dos arredores de Damasco

Beirute, 30 out (EFE).- Um comboio humanitário entrou nesta segunda-feira nas cidades de Kafr Batna e Saqba, na região assediada de Guta Oriental, o principal bastião opositor dos arredores de Damasco, informaram a ONU e o Crescente Vermelho da Síria.

O Escritório de Coordenação Humanitária (OCHA) no país árabe anunciou em sua conta no Twitter a entrada da caravana com ajuda para 40 mil pessoas.

Por sua vez, o Crescente Vermelho da Síria afirmou na mesma rede social que o comboio era composto por 49 caminhões.

A responsável de Informação Pública de OCHA na Síria, Linda Tom, disse à Agência Efe por e-mail que a assistência consiste em alimentos e produtos nutricionais e sanitários.

"Técnicos especialistas também fazem parte do comboio para avaliar as necessidades na região", afirmou Linda, que adiantou que espera que nos próximos dias haja novos envios de ajuda à área.

A última vez que a ONU acessou Guta Oriental foi no dia 23 de setembro, com ajuda para 25 mil pessoas nas cidades assediadas de Harasta, Mesraba e Modira.

Linda reiterou que a ONU continua exigindo a entrada seguro, sem impedimentos e contínuo para cerca de três milhões de pessoas que vivem em zonas de difícil acesso e áreas sitiadas na Síria.

Calcula-se que cerca de 393.300 pessoas vivem em Guta Oriental, o que significa 94% da população mora em localidades sitiadas na Síria.

A entrega de ajuda humanitária em Guta Oriental é um dos assuntos que está na mesa de negociações na sétima rodada da conferência de Astana sobre o conflito sírio, realizada entre hoje e amanhã e onde atuam como partes fiadoras Rússia, Turquia e Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos