Trump e Abe concordam em "maximizar a pressão" contra Coreia do Norte

Washington, 31 out (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou ontem com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e ambos concordaram em continuar trabalhando para "maximizar a pressão" contra a Coria do Norte devido aos testes de armas feitos pelo país.

A Casa Branca informou nesta terça-feira sobre a conversa por telefone entre Abe e Trump, que chegará no próximo domingo ao Japão como parte de uma longa viagem pela Ásia que inclui na agenda compromissos em Coreia do Sul, China, Vietnã e Filipinas.

Os dois líderes falaram sobre a iminente visita de Trump, e "ressaltaram a importância de promover uma região indo-pacífica livre e aberta", segundo um comunicado da Casa Branca.

Ambos também destacaram a necessidade de "manter uma coordenação estreita entre os Estados Unidos e Japão e com a comunidade internacional para maximizar a pressão contra a Coreia do Norte", acrescenta a nota.

Durante a sua visita ao Japão, nos próximos dias 5 e 6, Trump terá uma série de reuniões e uma partida de golfe com Abe, visitará a família imperial japonesa e falará com as tropas americanas e japonesas na base aérea de Yokota, próxima a Tóquio.

A viagem de Trump pela Ásia, de 3 a 14 de novembro, terá um acenuado teor econômico, já que ele comparecerá à cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) e ao fórum da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos