Família denuncia "abuso" de Daniel Ortega a irmã e prisão de irmão

Miami, 1 nov (EFE).- Uma família da Nicarágua denunciou nesta quarta-feira em Miami que o presidente do país, Daniel Ortega, abusa da irmã mais nova desde 2005, quando ela tinha 15 anos, e que outro irmão está preso há quatro por defende-la.

Sujey, Martha, César e Byron Flores Castillo, que estão radicados em Miami, deram uma entrevista coletiva hoje para relatar a situação vivida pelos irmãos Elvia Junieth Flores Castillo e Santos Sebastián Flores Castillo.

Sujey disse que este caso "enluta" à família há mais de dez anos e é o motivo de quatro dos nove irmãos da família terem procurado "refúgio" nos Estados Unidos.

"Que tipo de presidente pode ser este com estas aberrações?", questionou Sujey, depois de dizer que ele foi acusado de crime por denunciar o caso na Nicarágua. Os irmãos disseram que a família era de ideologia sandinista.

Segundo Sujey Flores, os irmãos fizeram uma denúncia verbal a organismos de Direitos Humanos quando souberam por Elvia Junieth que "Ortega a tocava e tinham tido relações" com ela.

"Todos fomos vítimas de chantagem", declarou EFE

ims-ar/cdr

(vídeo) (foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos