May diz que trabalhará "lado a lado" com Trump contra o terrorismo

Londres, 1 nov (EFE).- A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, conversou por telefone nesta quarta-feira com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e expressou vontade de trabalhar "lado a lado" com o republicano contra o terrorismo.

May enviou condolências pelas oito pessoas que morreram e as 12 feridas no atentado de ontem em Nova York, o pior registrado na cidade desde o ataque às Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001.

De acordo com um porta-voz de Downing Street, o escritório oficial da primeira-ministra, May se mostrou "profundamente comovida e triste pela perda de vidas".

"Seus pensamentos e preces estão com todos os afetados", indicou o porta-voz, ressaltando que May garantiu a Trump que o Reino Unido seguirá atuando ao lado dos EUA para derrotar o terrorismo.

Na conversa, os dois líderes acertaram manter a estreita colaboração dos dois países em segurança e inteligência.

Além disso, May e Trump conversaram sobre a necessidade de uma estratégia internacional para combater a "venenosa ideologia terrorista" na internet.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos