Papa diz que humanidade "parece não ter aprendido a lição" das guerras

Cidade do Vaticano, 1 nov (EFE).- O papa Francisco lamentou nesta quarta-feira que a humanidade "parece não ter aprendido a lição ou não quer aprendê-la" sobre as consequências das guerras, na sua mensagem após o Angelus na Praça de São Pedro.

Francisco lembrou que amanhã participará de um ato em memória dos mortos em um cemitério da cidade de Nettuno, perto de Roma, onde repousam os restos dos soldados americanos caídos na Itália durante a II Guerra Mundial.

Em seguida, o papa visitará as Fossas Ardeatinas, onde em 24 de março de 1944 foram fuzilados 335 italianos, a maioria presos políticos e 75 judeus escolhidos a esmo, como represália pela morte de 33 soldados alemães no dia anterior em um ataque da Resistência italiana.

"As guerras só produzem cemitérios e morte e por isso quis fazer este gesto num momento em que a nossa humanidade parece não ter aprendido a lição ou não quer aprendê-la ", disse Francisco da janela do Palácio Apostólico.

O pontífice pediu aos fiéis que amanhã o acompanhem "com a oração nestes dois períodos de memória e de homenagem às vítimas da guerra e da violência".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos