Papa expressa dor por recentes atentados

Cidade do Vaticano, 1 nov (EFE).- O papa Francisco expressou "profunda dor" nesta quarta-feira pelos atentados terroristas dos últimos dias no Afeganistão, na Somália e o mais recente, em Nova York, na sua mensagem após a oração do Ângelus na Praça São Pedro.

"Queridos irmãos e irmãs, estou profundamente entristecido pelos atentados terroristas destes últimos dias na Somália, no Afeganistão e, o de ontem, em Nova York", disse o pontífice da janela do Palácio Apostólico, no Dia de Todos os Santos.

Diante de centenas de fiéis, Francisco "reprovou" os "atos de violência".

"Peçamos ao Senhor para que transforme os corações dos terroristas e liberte o mundo do ódio e da loucura homicida que abusa do nome de Deus para propagar morte", afirmou.

O pontífice se referiu assim a estes atentados, o último ontem na cidade americana de Nova York, no sul da ilha de Manhattan, quando um homem atropelou com uma caminhonete a várias pessoas, causando oito mortos e vários feridos.

Ele também expressou pesar pelo ataque suicida na zona diplomática da capital afegã, Cabul, que ontem acabou com a vida de quatro pessoas e feriu outras 20. E pelo ataque do grupo jihadista Al-Shabaab na Somália na quarta-feira passada, com dois carros-bomba e que provocaram 25 mortes num hotel no centro de Mogadíscio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos