Presidente equatoriano é destituído da liderança do partido governante

Quito, 1 nov (EFE).- O movimento governista Aliança País (AP) destituiu Lenín Moreno do cargo de presidente do partido, em um sinal de ruptura irreversível dentro do movimento governista, e nomeou para seu lugar ao ex-ministro das Relações Exteriores, Ricardo Patiño, do antigo presidente, Rafael Correa.

A decisão foi anunciada pelo próprio Patiño, em entrevista coletiva na sede central do partido, onde argumentou razões políticas e técnicas para a saída de Moreno como presidente de um movimento com o qual, ele disse, não manteve a coerência política.

"Nossa decisão tomada foi unânime, de absolutamente todos os presentes", disse o ex-ministro, ao confirmar que tinham da sessão na noite de terça-feira, 22 membros do conselho diretivo.

Em um discurso acompanhado por outros líderes nacionais do movimento, que interromperam a entrevista coletiva com os seus gritos de apoio à decisão, Patiño também classificou Moreno de "inimigo da revolução cidadã" e anunciou o retorno do ex-presidente Correa para "acompanhar" o processo de "fortalecimento" do partido após sua atual crise.

Entre as razões políticas que o movimento argumentou para retira Moreno está a convocação de uma consulta popular para eliminar alguns projetos aprovados pelo seu antecessor e não mostrar coerência com seu plano de governo e projeto político.

Para executar a mudança de presidente, os membros do partido usaram de um tecnicismo, a ausência de Moreno durante três meses das sessões do conselho diretivo.

Patiño destacou nesse sentido que o regulamento do movimento estabelece que a ausência "três meses consecutivos às sessões", faz com o membro "perca sua dignidade" e "condição".

E ele insistiu que, diante dessa falta, os membros do conselho pediram que ele assumisse o cargo de presidente.

A ruptura no movimento "Aliança País", criado em 2006 e no ano seguinte já governava o Equador, era prevista há semanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos