Escócia rejeitou pedidos de apoio à Catalunha, afirma jornal

Londres, 2 nov (EFE).- Dirigentes do alto escalão do governo autônomo da Escócia se recusaram a apoiar a independência da Catalunha após receberem pedidos do Executivo regional catalão (Generalitat), revelou nesta quinta-feira o jornal britânico "The Times".

A publicação informa que a ministra principal escocesa, a nacionalista Nicola Sturgeon, recebeu dois e-mails nos quais o governo regional catalão "explicava as suas ações e pedia apoio".

Segundo o jornal, "não há indícios que a ministra principal tenha respondido a algum deles, embora o último e-mail tenha sido recebido há mais de cinco semanas".

Quem respondeu a uma mensagem similar foi o vice-ministro principal escocês, John Swinney, que expressou que "o governo da Escócia não tem um ponto de vista sobre se a Catalunha deveria se transformar em Estado independente".

"The Times" indica que também ficou sem resposta um pedido de apoio enviado à secretária de Assuntos Exteriores do governo autônomo escocês, Fiona Hyslop.

O Parlamento regional da Catalunha aprovou uma declaração unilateral de independência em votação secreta, sem a presença da oposição no plenário e sem alcançar a maioria de dois terços exigida pelo regulamento da câmara.

Após essa declaração, Hyslop defendeu em comunicado "impulsionar um processo de diálogo para encontrar uma solução que respeite a democracia e a legalidade".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos