Gavin Williamson é o novo ministro de Defesa do Reino Unido

Londres, 2 nov (EFE).- Gavin Williamson, que até agora era chefe do comitê disciplinar da bancada conservadora no parlamento do Reino Unido, foi designado como o novo ministro da Defesa em substituição a Michael Fallon, que renunciou ontem por causa de um caso de assédio sexual a uma jornalista, anunciou nesta quinta-feira o governo britânico.

O ministro pediu desculpas na segunda-feira por ter colocado a mão sobre o joelho da jornalista Julia Hartley-Brewer durante um jantar em 2002.

O Executivo da conservadora Theresa May enfrenta há alguns dias uma onda de notícias divulgadas pela imprensa local sobre dezenas de supostos abusos cometidos por deputados e políticos no Reino Unido.

O novo responsável de Defesa, deputado pelo distrito de South Staffordshire desde o ano de 2010, e nunca esteve à frente de um ministério até agora.

Após tomar conhecimento de sua nomeação, Williamson se recusou a fazer declarações aos veículos de imprensa que esperavam na saída de Downing Street, escritório e residência oficial da chefe do Executivo.

A renúncia de Fallon, por sua vez, aconteceu depois que o já ex-titular de Defesa pediu nesta segunda-feira desculpas pelo citado incidente com a repórter Julia Hartley-Brewer.

O presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow, pediu nesta semana medidas aos partidos britânicos contra o assédio sexual após a revelação de que funcionárias do Parlamento elaboraram uma lista com acusações contra políticos e deputados.

"Diversas acusações sobre parlamentares foram reveladas nos últimos dias, incluindo uma sobre a minha conduta passada. Muitas delas resultaram falsas, mas eu aceito que no passado caí abaixo dos padrões requeridos nas Forças Armadas que represento", afirmou Fallon em carta à primeira-ministra Theresa May.

O ex-ministro britânico, um dos mais firmes aliados da premiê, explicou na segunda-feira através de um porta-voz que se desculpou com a jornalista Hartley-Brewer "há 15 anos" e que ambos "o consideram agora um assunto encerrado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos