Inundações na Amazônia causam 5 mortes e afetam 4 mil pessoas no Peru

Lima, 2 nov (EFE).- As inundações ocorridas nas últimas horas na Amazônia do Peru causaram cinco mortes e afetaram mais de quatro mil pessoas na região de San Martín, informou o governo peruano nesta quinta-feira.

O ministro de Defesa, Jorge Nieto, afirmou à emissora "RPP Noticias" que as mortes de três mulheres e dois homens foram registradas no distrito de Tres Unidos.

"Estou esperando mais informação sobre a situação completa para ver, inclusive, se é preciso que eu vá ao local para atender diretamente o problema", acrescentou Nieto.

A informação foi confirmada pelo Instituto Nacional de Defesa Civil, que no último balanço oficial indicou que também há três feridos, 203 famílias afetadas e 188 desabrigadas.

As inundações deixaram 203 casas inabitáveis e destruiu uma ponte de pedestres, enquanto também danificou outras 423 casas, três escolas, um centro de saúde e 50 hectares de plantações.

O prefeito da província de Picota, Rolando García, declarou à "RPP" que nos distritos de sua cidade há mais de 4.000 pessoas afetadas e várias casas destruídas.

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, confirmou em mensagem publicada na rede social Twitter que autorizou o Ministério de Defesa a enviar ajuda à região afetada.

"Estou coordenando toda a ajuda e apoio para nossos irmãos em San Martín", informou o governante.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos