Papa pede fim das guerras, "massacre inútil com a qual se perde tudo"

Roma, 2 nov (EFE).- O papa Francisco pediu nesta quinta-feira o fim das guerras no mundo e sustentou que é apenas um "massacre inútil com o qual se perde tudo", durante a missa de Finados que celebrou no cemitério americano da cidade de Nettuno, que fica na província de Roma.

"Por favor, senhor, chega de guerra, chega deste massacre inútil", disse o papa para 5.000 pessoas que foram a este cemitério para rezar junto com Francisco pelos mortos em todas as guerras, segundo números do Corpo da Gendarmaria do Estado da Cidade do Vaticano.

O papa lamentou que "o mundo esteja outra vez em guerra e prepara-se para ir de novo à guerra", rejeitando estes conflitos bélicos.

Francisco lembrou que ao longo da história muitos homens "pensaram em ir à guerra, convencidos de conseguir um mundo novo, de fazer uma primavera", e ao contrário acabaram provocando "um inverno, frio, cruel, reino do terror e da morte".

"Muitos são os que morrem nas batalhas todo dia nesta guerra por partes (vivida no mundo). Rezemos pelos quais morrem", disse o papa, ao mesmo tempo destacando as "crianças inocentes" que morrem como consequência destes confrontos.

O papa Francisco visitou o cemitério americano de Nettuno e antes de rezar a missa se aproximou de alguns túmulos, entre eles a de um jovem judeu, para depositar várias rosas brancas.

Depois, o sumo pontífice foi ao Santuário das Fossas Ardeatinas, em Roma, onde em 1944 335 italianos foram assassinados por parte das tropas de ocupação alemãs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos