ING cancela participação de Kevin Spacey em congresso após escândalos sexuais

Haia, 3 nov (EFE).- O banco holandês ING cancelou nesta sexta-feira um convite ao ator Kevin Spacey como orador num importante evento de negócios que vai acontecer em Roterdã no final de novembro, após as várias acusações por agressão sexual contra o astro americano.

"Em vista da comoção causada pelas acusações de má conduta sexual em torno de Kevin Spacey, o ING decidiu que já não é desejável que ele fale no evento", afirmou a entidade em comunicado.

Spacey estava com sua imagem estampada nos cartazes e anúncios do evento de BusinessBoost, programado para o dia 29 de novembro em Roterdã.

O ING considerou que sua presença poderia "distrair do objetivo" deste evento de "inspirar os empreendedores e ajudá-los a ter sucesso", e por isso "decidiu finalizar sua parceria com a equipe de Spacey".

O ator está na mira de Hollywood depois que na semana passada o ator Anthony Rapp o acusou de agressão sexual num fato que aconteceu em 1986.

Nesta quinta-feira, vários funcionários e ex-funcionários da série "House of Cards" acusaram o ator de agressões e abusos sexuais durante a produção da série.

Spacey, vencedor de dois Oscar, afirmou através de seu representante que vai separar um tempo para "buscar avaliação e tratamento".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos