Serviço Secreto detém pessoa por "atividade suspeita" perto da Casa Branca

Washington, 3 nov (EFE).- Uma pessoa foi detida nesta sexta-feira por apresentar uma "atividade suspeita" perto da Casa Branca, informou o Serviço Secreto, encarregado da proteção do presidente de Estados Unidos, Donald Trump.

Em sua conta no Twitter, o Serviço Secreto indicou que a pessoa, que não foi identificada, está "sob custódia".

O corpo policial que fechou os acessos ao complexo presidencial na Praça Lafayette e na Avenida Pensilvânia.

O fechamento durou aproximadamente uma hora, segundo o correspondente que cobre as informações da Casa Branca para a emissora "CBS', Mark Knoller.

O incidente ocorreu pouco após Trump deixar a Casa Branca para começar uma viagem de quase duas semanas pela Ásia.

Segundo o jornal "USA Today", a pessoa detida proferiu ameaças verbais perto do complexo presidencial.

Já de acordo com o "The Washington Post", a porta-voz da Polícia de Washington, Margarita Mikhaylova, afirmou que as autoridades investigaram um pacote suspeito nas proximidades da Casa Branca, sem dar mais detalhes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos