Autoridades informam que 26 pessoas morreram em tiroteio em igreja do Texas

Houston (EUA), 5 nov (EFE).- O governador do Texas, Greg Abbott, confirmou que 26 pessoas morreram após um homem invadir uma igreja e abrir fogo contra os presentes, incidente que deixou também dezenas de feridos.

Em entrevista coletiva em San Antonio, Abbott disse que o tiroteio ocorrido na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs é "o pior massacre registrado na história do estado".

"A tragédia é pior porque aconteceu em uma igreja durante um culto", lamentou o governador.

As autoridades assinalaram que as idades das 26 vítimas oscilam entre cinco e 72 anos, uma das quais é Annabel Pomeroy, a filha de 14 de anos do pastor da igreja Frank Pomeroy, informação confirmada pela "ABC News".

As autoridades assinalaram que se investiga se o agressor, que morreu pouco depois do tiroteio, pertencia a uma organização criminosa e só se divulgou que era um homem de pouco mais de 20 anos de idade.

Embora as autoridades não tenham revelado seu nome, vários meios de imprensa americanos o identificaram como Devin Kelley, um homem branco de 26 anos.

Freeman Martin, do Departamento de Segurança Pública do Texas, afirmou na entrevista coletiva que o agressor estava vestido completamente de preto e usava um colete à prova de balas.

O oficial acrescentou que por volta das 11h20 (15h20 em Brasília), momento em que acontecia na pequena igreja um culto, o homem foi visto num posto de gasolina e pouco depois entrou no templo e fez os disparos.

Vinte e três pessoas morreram dentro da igreja, duas mais no lado de fora e uma num hospital local mais tarde.

Após o incidente, o atirador enfrentou um morador que ao escutar os disparos pegou sua espingarda e atirou contra ele.

Pouco depois, no interior do veículo do atirador foram encontradas várias armas.

O xerife do Condado de Wilson, Joe Tackitt, disse que as vítimas ainda não foram identificadas, mas antes de divulgar seus nomes vão informar a seus familiares.

Audrey Lewis, promotor de distrito em Wilson, disse que não há "uma ameaça latente" na região.

As autoridades não informaram se o agressor morreu por disparos da Polícia ou se se suicidou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos