Colégios eleitorais abrem na Nicarágua para eleições municipais

Manágua, 5 nov (EFE).- Os colégios eleitorais da Nicarágua abriram neste domingo suas portas aos cidadãos, que terão a missão de escolher os prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de 153 municípios do país.

A abertura das 13.069 seções eleitorais em 4.309 centros de votação aconteceu sem problemas às 7h local (11h, em Brasília).

O governante Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) acredita que conseguirá a maioria das 153 prefeituras nas eleições deste domingo.

Os sandinistas ganharam 134 das 153 prefeituras no pleito municipal de 2012.

A oposição ao Governo de Daniel Ortega se apresenta outra vez fragilizada e dividida, além de desconfiar do sistema eleitoral e fazer um alerta sobre uma nova "fraude".

A oposição acusa o árbitro eleitoral de alterar os resultados das eleições municipais de 2008 e de 2012, e das presidenciais de 2011 e de 2016 a favor dos sandinistas.

As eleições serão vigiadas por uma missão da Organização de Estados Americanos, presidida pelo uruguaio Wilfredo Penco.

Além disso, também será vigiada por 5 mil voluntários do Observatório Eleitoral Universitário (OEU) da Nicarágua.

A Prefeitura de Manágua é a principal praça política do país depois da Presidência da República e está sob controle dos sandinistas há 17 anos.

O fechamento dos colégios eleitorais está previsto para as 18h local (2h de terça-feira, em Brasília).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos