Topo

Embaixada chilena recebe pedido de proteção de vice do Parlamento venezuelano

05/11/2017 01h38

Caracas, 4 nov (EFE).- A embaixada do Chile na Venezuela recebeu neste sábado em qualidade de hóspede o primeiro vice-presidente do Parlamento, o opositor Freddy Guevara, que solicitou proteção ao Governo chileno perante "iminentes ameaças a sua segurança", depois que o Supremo pediu para processá-lo e retirar sua imunidade parlamentar.

"O Governo do Chile informa que há algumas horas entrou na residência do embaixador do Chile na Venezuela o primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional (AN) da Venezuela, deputado Freddy Guevara, que, perante o que estima iminente ameaças a sua segurança e integridade pessoais, solicitou a proteção do Chile", diz um comunicado da Chancelaria chilena.

Na sexta-feira, o Tribunal Supremo venezuelano (TSJ) declarou que Guevara deve ser julgado por tribunais penais porque "supostamente incorreu de maneira permanente nos crimes de associação para o crime, instigação pública contínua e uso de adolescentes para delinquir", sem dar mais detalhes sobre estes delitos.