Justiça belga liberta, com medidas cautelares, Puigdemont e ex-conselheiros

Bruxelas, 5 nov (EFE).- A Justiça da Bélgica decidiu neste domingo deixar em liberdade, com medidas cautelares, o ex-presidente regional da Catalunha Carlos Puigdemont e quatro ex-conselheiros após audiências realizadas na Promotoria de Bruxelas.

Tanto o ex-presidente como os ex-conselheiros prestaram depoimento das 16h (horário local, 13h em Brasília) até as 20h (17h), separadamente, e deixaram a Promotoria de Bruxelas todos juntos num micro-ônibus.

Na saída da Promotoria não houve declarações, nem de Puigdemont nem dos seus ex-conselheiros.

Cerca de 50 jornalistas esperavam na porta da Promotoria de Bruxelas a saída da delegação catalã, mas não houve declarações.

No mesmo local, 15 pessoas com a "estelada" (bandeira separatista catalã) gritaram palavras de ordem na saída do micro-ônibus com os políticos catalães.

Espera-se que, nas próximas horas, as autoridades da Justiça belga informem sobre os passos seguintes que pretendem dar em relação aos ex-dirigentes da Generalitat da Catalunha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos