Coalizão árabe liderada por Riad bombardeia embaixada saudita no Iêmen

Sana, 6 nov (EFE).- A coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita, bombardeou nesta segunda-feira a embaixada saudita no Iêmen, que está fechada desde que os rebeldes houthis controlaram a capital iemenita no final de 2014, informaram testemunhas à Agência Efe.

Os aviões da aliança lançaram três ataques contra o complexo de edifícios da delegação saudita, situada no bairro de Hida, no sul de Sana, segundo as fontes.

Esta é a primeira vez que a coalizão, que intervém militarmente no Iêmen desde março de 2015, bombardeia uma missão de um país membro.

A única embaixada que está funcionando em Sana é a russa, e as demais fecharam suas portas ao longo de 2015.

O bombardeio, não confirmado por Riad, acontece depois de uma escalada da tensão pelas acusações da Arábia Saudita contra o Irã de ter fornecido o míssil balístico que os houthis lançaram no último sábado contra sua capital e que foi interceptado pelas Forças Armadas sauditas.

Em represália, Riad colocou a prêmio a cabeça do líder dos houthis, Abdel Malik al-Houthi, e de outros 39 rebeldes e fechou todos os portos aéreos, terrestres e marítimos do Iêmen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos