Corpos de argentinos mortos em atentado de Nova York chegam a Rosário

Buenos Aires, 6 nov (EFE).- Os corpos dos cinco argentinos que morreram no atentado terrorista perpetrado em Nova York na terça-feira passada chegaram nesta segunda-feira a Rosário, sua cidade natal, onde serão realizados os velórios.

Os corpos de Diego Mendoza, Diego Enrique Angelini, Alejandro Damián Pagnucco e Hernán Ferruchi foram levados à sala de sepultamentos Cochería Caramuto, enquanto a despedida de Ariel Erlij será no cemitério privado de Pérez, ao sudoeste de Rosário.

Dezenas de pessoas se deslocaram às portas da casa funerária para prestar homenagem aos falecidos, cinco amigos que estavam em Nova York para comemorar os 30 anos de formatura no ensino médio.

Os veículos fúnebres partiram desde o Aeroporto Internacional Ezeiza, em Buenos Aires, onde os corpos chegaram nesta madrugada de Nova York. Já os familiares das vítimas que foram à cidade americana para fazer o reconhecimento seguiram para Rosário de avião após fazer escala na capital argentina.

Na terça-feira, um imigrante uzbeque inspirado no grupo jihadista Estado Islâmico atropelou deliberadamente pedestres e ciclistas com a sua caminhonete na ilha de Manhattan, o que deixou oito mortos, entre eles os cinco argentinos.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, viajou ontem à noite a Nova York para iniciar uma visita oficial a essa cidade que incluirá, além de reuniões com empresários interessados em investir em seu país, uma homenagem aos argentinos mortos no atentado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos