Deputados opositores são impedidos de entrar no Parlamento da Venezuela

Caracas, 6 nov (EFE).- Um grupo de deputados opositores denunciou nesta segunda-feira que foram impedidos pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militarizada) de acessar a sede principal do Parlamento venezuelano por supostas ordens da Assembleia Nacional Constituinte (ANC).

A informação foi dada pelo Parlamento, controlado pela oposição, através de uma mensagem publicada no Twitter, na qual assinalam que, por "ordens da ilegal ANC", a GNB "se nega" a dar acesso aos deputados à sede do Palácio Federal Legislativo.

Além disso, a segunda vice-presidente do Parlamento, a opositora Dennis Fernández, indicou a jornalistas que também não foi permitida a entrada de funcionários e da imprensa.

Dennis tinha previsto dar uma entrevista coletiva na sede do Parlamento, mas devido ao impedimento da GNB, a opositora fez suas declarações do lado de fora do edifício, de onde também se aproximaram pessoas identificadas com o governismo para proferir ofensas.

Em outras ocasiões, os parlamentares opositores tiveram que enfrentar situações similares, pois não é a primeira vez que a GNB impede o acesso à sede do Legislativo, onde também estava prevista a entrevista coletiva da coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD).

Para amanhã foi convocada uma sessão do Parlamento, uma reunião para qual é esperada a presença de todos os deputados, pois a última foi suspensa devido a falta de quórum.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos