Governo espanhol afirma que respeita decisão de juiz belga sobre Puigdemont

Madri, 6 nov (EFE).- O governo da Espanha manifestou nesta segunda-feira "máximo respeito" pela decisão de um juiz belga de deixar em liberdade condicional o ex-presidente da região da Catalunha, Carles Puigdemont, requerido pela Justiça espanhola.

O Executivo espanhol respeita a maneira de atuar da Justiça belga, exatamente igual à da espanhola, ressaltou hoje a vice-presidente do governo, Soraya Sáenz de Santamaría, em coletiva de imprensa.

"Por parte do governo, e dado que estamos falando de um sistema tão democrático como o espanhol, máximo respeito às decisões dos juízes na Espanha, na Bélgica e em todos os Estados que respeitamos a separação de poderes e a independência judicial", enfatizou Santamaría.

Um juiz belga decidiu ontem que Puigdemont e os quatro ex-conselheiros catalães que o acompanham em Bruxelas permaneçam em liberdade com medidas cautelares, como a proibição de sair desse país sem permissão.

A Justiça belga deverá agora decidir sobre a ordem europeia de detenção e entrega ditada pela juíza espanhola Carmen Lamela na sexta-feira passada contra todos eles por rebelião e outros possíveis crimes em relação com o processo independentista na região espanhola da Catalunha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos