Equador volta a pedir saída de embaixador argentino em Quito após polêmica

Quito, 7 nov (EFE).- Equador pediu novamente à Argentina para que retire o seu embaixador de Quito depois de ele fazer declarações ofensivas do ponto de vista dos equatorianos, informou o Ministério de Relações Internacionais nesta terça-feira.

Em comunicado, o vice-ministro Rolando Suárez informou que ontem convocou o encarregado de negócios da Argentina no Equador, Carlos Enrique Catella, para reiterar a solicitação já feito em 27 de outubro, para que o governo da Argentina afaste o embaixador Luis Alfredo Juez.

"O pedido é consequência das expressões ofensivas e segregacionistas proferidas contra o povo otavaleño e contra todos os equatorianos, as mesmas que causaram profundo mal-estar e decepção por vir do mais alto representante diplomático de um país amigo, como é a Argentina", diz a nota.

De acordo a imprensa argentina, o embaixador Luis Juez teria dito recentemente durante uma entrevista em Mendoza que trocou de roupa para não parecer uma pessoa "imunda" e dizerem que ele adquiriu "hábitos equatorianos". Perguntado posteriormente sobre essas falas, ele insistiu que se trata de uma descrição sobre as etnias equatorianas, mais especificamente do povo da cidade de Otavalo.

A nota da órgão equatoriano afirma que "essa conduta não é compatível com o respeito e as mútuas considerações que tradicionalmente ambos os Estados e os seus respectivos povos mantiveram". O texto diz ainda que em 27 de outubro, o embaixador do Equador na Argentina fez o mesmo pedido ao chanceler e ao vice-chanceler daquele país.

Juez, que não voltou ao Equador desde o início da polêmica, deu explicações à chanceler equatoriana, María Fernanda Espinosa, e à população do país pelos comentários e afirmou que tem o Equador e as suas pessoas do país na mais alta estima.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos