Homem que ameaçou matar policiais brancos da Casa Branco é detido nos EUA

Washington, 7 nov (EFE).- Um homem que viajou para Washington para "matar policiais brancos" foi detido na segunda-feira nas imediações da Casa Branca, segundo informou o Serviço Secreto dos Estados Unidos.

O homem, Michael Arega, oriundo de Dallas (Texas), foi detido "sem incidentes" por agentes uniformizados do Serviço Secreto, corpo encarregado de proteger o presidente americano e sua família.

Arega tinha proferido ameaças através de seu perfil do Facebook, no qual também registrou sua localização em um motel de Silver Spring, um subúrbio da capital americana situado no condado de Montgomery (Maryland).

A ex-mulher de Arega alertou o Departamento de Polícia do condado de Montgomery sobre as publicações no Facebook, que emitiu um alerta após o qual o Serviço Secreto atuou para prendê-lo na avenida Pensilvânia, perto da praça Lafayette.

O homem está sob custódia da Polícia Metropolitana de Washington.

O incidente ocorreu enquanto o presidente americano, Donald Trump, realiza uma viagem pela Ásia.

Nos últimos anos, várias pessoas tentaram saltar a cerca da Casa Branca, algo que motivou um notável aumento das medidas de proteção no perímetro da residência presidencial.

Em março, um homem armado com gás pimenta escalou a cerca da Casa Branca e passeou pelos jardins da residência presidencial durante quase 17 minutos antes de ser detido.

No final de setembro, o Serviço Secreto deteve muito perto da Casa Branca um homem que levava em seu veículo nove armas de fogo e três facas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos