Papa diz estar consternado com massacre no Texas

Cidade do Vaticano, 7 nov (EFE). - O papa Francisco afirmou estar consternado após o massacre de domingo passado em uma igreja batista do Texas, nos Estados Unidos, que terminou com a morte de 26 pessoas, e pediu que o perdão e a esperança triunfem sobre a violência e o ódio.

Francisco fez estas considerações em uma mensagem enviada ao arcebispo da cidade de San Antonio, no Texas, Gustavo Garcia-Siller, e assinado como é habitual pelo secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin.

"O Santo padre pede gentilmente que transmita as suas sentidas condolências às famílias das vítimas, aos feridos, aos membros da congregação e a toda a comunidade local", diz o texto.

Além disso, o papa pediu consolo para "todos os que choram" e também "força espiritual para a esperança e o amor reconciliador triunfem sobre a violência e o ódio"

O caso aconteceu no último domingo, durante o culto na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs. Um homem armado com um rifle e usando colete à prova de balas invadiu a celebração e começou a atirar. Devin Kelley, um ex-soldado, de 26 anos, expulso da Força Aérea por mau comportamento, se suicidou depois de ser perseguido por moradores da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos