Trump aterrissa na Coreia do Sul, segunda parada de sua excursão pela Ásia

Seul, 7 nov (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aterrissou nesta terça-feira na Coreia do Sul para iniciar uma visita de dois dias, que é a segunda parada em sua excursão asiática, onde a ameaça norte-coreana e as relações comerciais bilaterais estarão na agenda.

O avião presidencial aterrissou por volta das 12h18 (horário local, 1h30 de Brasília) na Base Aérea de Osan, onde o presidente e a primeira-dama, Melania Trump, foram recebidos pela ministra das Relações Exteriores sul-coreana, Kang Kyung-wha.

Em seguida, ao lado do Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, e o comandante das forças americanas na Coreia do Sul, Vincent Brooks, Trump entrou em um helicóptero que partiu rumo ao acampamento próximo de Camp Humphreys, onde almoçará com as tropas e visitará as instalações.

O presidente americano seguirá para Seul, onde vai se reunir na Casa Azul (residência presidencial) com o mandatário sul-coreano Moon Jae-in, num encontro marcado pela crise com o regime da Coreia do Norte e os seus repetidos testes armamentísticos.

A chegada de Trump, que representa a primeira visita de Estado de um presidente americano à Coreia do Sul em 25 anos, forçou as autoridades sul-coreanas a implantar um importante dispositivo de segurança para controlar as manifestações (tanto a favor, como contra sua visita) previstas para hoje.

O esquema de segurança em torno da embaixada dos EUA foi redobrado e os manifestantes serão obrigados a ficar dentro de um espaço cercado, instalado no local, na praça central de Gwanghwamun, em Seul, por onde passará o comboio de Donald Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos