Indicada para Segurança Nacional diz que muro com o México não é necessário

Washington, 8 nov (EFE).- Indicada para assumir o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Kirstjen Nielsen afirmou nesta quarta-feira que a construção de um "muro de costa a costa" não é necessária para proteger o país, uma referência à barreira prometida na fronteira com o México pelo presidente Donald Trump.

"Não é necessário um muro de costa a costa", afirmou Nielsen durante uma das audiências de confirmação de sua indicação para o cargo no Comitê de Segurança Nacional do Senado

Escolhida como substituta de John Kelly depois de o ex-general assumir o posto de chefe de gabinete de Trump, Nielsen ainda afirmou que a tecnologia deve ter um papel importante para conter o fluxo de imigrantes na fronteira, uma declaração similar a de seu antecessor. Trump segue afirmando que irá construir um muro na fronteira com o México, e o governo já começou a erguer vários protótipos da barreira na cidade de San Diego, na Califórnia.

Esses testes foram financiados por uma emenda no orçamento federal de US$ 20 milhões. No entanto, para proteger as fronteiras, o governo pediu ao Congresso cerca de US$ 1,6 bilhão para o ano fiscal deste ano, mas ainda não obteve resposta.

O presidente americano afirmou inicialmente que o México pagaria pelo custo do muro, algo negado pelas autoridades do país vizinho. Diante da recusa, Trump disse que as despesas seriam assumidas pelos EUA, que seriam posteriormente reembolsados pelo México.

A ideia de Trump é que, na maior parte dos 3.180 quilômetros de fronteira entre os dois países, haja um muro que permita ver o que ocorre no outro lado. Em regiões de maior risco, essas barreiras devem ser mais sólidas, servindo para reforçar a segurança.

Nielsen, de 45 anos, é a primeira indicada ao comando do Departamento de Segurança Nacional que já trabalhava no órgão, criado em 2002 como parte da resposta dos EUA aos atentados de 11 de setembro de 2001.

Espera-se que o processo de confirmação de seu nome no Senado não seja complicado, já que são necessários 50 votos. Os republicanos contam com uma maioria na Casa de 52 cadeiras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos