Manifestantes interrompem operação de trens de alta velocidade em Barcelona

Barcelona (Espanha), 8 nov (EFE).- Cerca de 400 manifestantes interromperam a operação do trem de alta velocidade (AVE) na estação de Sants, em Barcelona, a principal do serviço na Catalunha, para defender o movimento de independência da região.

De Barcelona partem e chegam linhas da AVE procedentes de Madri, Zaragoza e de outras regiões da Catalunha.

Os manifestantes, a maioria deles estudantes, também bloquearam as ferrovias que conectam a capital da Catalunha com a região metropolitana, na qual vivem cerca de 3,2 milhões de pessoas.

O protesto provocou momentos de tensão entre os usuários do serviço de trens e os manifestantes, que pediam liberdade política em referência aos integrantes do governo da Catalunha presos preventivamente no último dia 27 de outubro, depois de o parlamento regional ter declarado de maneira unilateral a independência da autonomia.

Os passageiros chamavam os manifestantes de "sem-vergonha" e ouviam como resposta gritos de "fascistas".

A estação está sendo vigiada pelo Mossos d'Esquadra, a polícia autônoma da Catalunha.

Fontes da Renfe, a companhia nacional de ferrovias da Espanha, informaram à Agência Efe que há seis linhas do AVE afetadas, além de uma do trem que leva à região metropolitana de Barcelona.

Desde o início do dia, centenas de manifestantes também bloqueiam a estação do AVE de Girona, cidade ao norte do Barcelona, do qual o ex-presidente regional da Catalunha Carles Puigdemont, hoje na Bélgica para fugir da justiça espanhola, foi prefeito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos