Rajoy pede votação massiva em eleições catalãs para recuperar normalidade

Madri, 8 nov (EFE).- O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, pediu nesta quarta-feira uma participação "massiva" nas eleições catalãs de 21 de dezembro para abrir uma nova etapa de tranquilidade e normalidade, tanto na região da Catalunha como em toda a Espanha, e que contribua para a recuperação econômica.

Para frear o processo independentista na Catalunha, Rajoy destituiu no último dia 27 de outubro todo o governo catalão e convocou eleições regionais, entre outras medidas, sob o amparo do artigo 155 da Constituição espanhola.

O parlamento catalão aprovou nesse mesmo dia uma declaração unilateral de independência, depois do referendo de autodeterminação de 1º de outubro, convocado e organizado pelos ex-governantes catalães e considerado institucional pela Justiça espanhola.

Em resposta a várias perguntas da oposição, o chefe do Executivo espanhol disse hoje no Congresso dos Deputados que "as coisas estão funcionando bem" na Catalunha com as medidas tomadas pelo governo.

Ao mesmo tempo, evitou entrar em "elucubrações" sobre se estaria disposto a aplicar esse artigo de novo se os independentistas catalães ganhassem as eleições e prosseguissem com os mesmos planos soberanistas.

Por sua vez, fontes governamentais indicaram que as medidas vigentes tomadas segundo as previsões constitucionais serão desativadas no mesmo dia em que tomar posse o novo governo da Catalunha, uma vez realizadas as eleições regionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos