Cristina Kirchner chega ao tribunal para depor sobre lavagem de dinheiro

Buenos Aires, 9 nov (EFE).- A ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner (2007-2015), senadora eleita, chegou nesta quinta-feira aos tribunais federais de Buenos Aires para depor como investigada em uma causa por suposta formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

A viúva do também ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007), que já tem três indiciamentos judiciais, dois deles por supostos crimes de corrupção, chegou à sede judicial pouco antes das 9h (horário local, 10h de Brasília).

Desta vez, e ao contrário dos demais depoimentos da ex-governante, nos arredores dos tribunais não houve militantes apoiando-a, já que nesta quarta-feira ela mesma pediu que não o fizessem para "não entrar no jogo midiático" que, segundo sua opinião, é promovido pelo governo de Mauricio Macri, a quem acusa de impulsionar uma perseguição política contra ela.

A investigação está centrada nos supostos pagamentos recebidos pela família Kirchner por parte de empresários de obra pública através da contratação de instalações de um hotel administrado pela empresa Hotesur, que tem participação da ex-presidente e seus filhos, Máximo e Florencia, que também prestarão depoimento nos próximos dias.

Entre os acusados na causa está o empresário Lázaro Báez, ex-colaborador de Kirchner e já detido há um ano e meio por outro caso de lavagem de dinheiro.

"Os fatos pelos quais fui convocada não só são idênticos a outros pelos quais já fui julgada e absolvida, mas em alguns casos são os mesmos fatos pelos quais o mesmo juiz e o mesmo promotor já me absolveram vários anos atrás", afirmou a ex-governante nesta quarta-feira em mensagem divulgada no Facebook.

Nessa mensagem, a ex-chefe de Estado reiterou que este novo capítulo da sua família responde à "perseguição judicial" ordenada por Macri "contra opositores".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos