Otan apoia governo espanhol para defender legalidade na Catalunha

Bruxelas, 9 nov (EFE).- A ministra da Defesa da Espanha, María Dolores de Cospedal, afirmou nesta quinta-feira que a Otan e seus aliados transmitiram seu "apoio ao governo espanhol" em sua gestão da crise na Catalunha, "cumprindo de maneira estrita com os postulados do Estado de Direito".

"Os ministros correspondentes me transferiram o apoio ao governo da Espanha por estar administrando uma crise de uma maneira exemplar, cumprindo de maneira estrita com os postulados do Estado de Direito, fazendo cumprir a lei", disse María em entrevista coletiva na sede da Aliança Atlântica em Bruxelas.

A ministra afirmou que, durante a reunião ministerial, teve a oportunidade de ter muitas reuniões "tanto multilaterais como bilaterais".

"Recebi muitos apoios e adesões por parte dos governos representados no âmbito da Aliança", disse.

Segundo María, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, ofereceu seu "apoio contundente à Espanha na defesa da legalidade e transferiu a força de toda a Aliança Atlântica para defender a legalidade".

Nesta quarta-feira, o primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, deixou claro frente ao Parlamento federal que seu país "tem um interlocutor" no contexto da crise catalã, "que é o governo de Madri".

Michel também defendeu "uma solução política duradoura" para resolver o conflito, que "está na Espanha e não na Bélgica", apesar de o ex-presidente catalão Carles Puigdemont estar há mais de uma semana em Bruxelas para esquivar as decisões da Justiça espanhola.

María insistiu que o governo espanhol irá "zelar pelos direitos de todos os espanhóis" e tentar "evitar que o populismo e a demagogia destruam o Estado democrático".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos