Presidente ucraniano se opõe à ideia de romper relações com a Rússia

Kiev, 9 nov (EFE).- O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, se opõe à ideia de romper relações diplomáticas com a Rússia como parte da estratégia para recuperar os territórios separatistas das regiões orientais de Donetsk e Lugansk.

"O presidente já propôs sua estratégia para devolver os territórios temporariamente ocupados das regiões de Donetsk e Lugansk. Se os deputados desejarem, o tema da ruptura de relações diplomáticas com a Rússia tem que ser considerado separadamente", afirmou hoje sua porta-voz no parlamento, Irina Lutsenko.

Estas declarações acontecem depois que um deputado e membro do partido do presidente, Ivan Vinnik, propôs a introdução de uma emenda à "lei para a reintegração de Donbass" (como se denomina em conjunto essas duas regiões) que contemple a ruptura das relações com Moscou.

Lutsenko considerou que esta iniciativa não deve ser incluída na lei adotada em outubro deste ano pelo parlamento, que estabelece a política estatal para a recuperação da soberania da Ucrânia sobre esses territórios e acusa à Rússia como "Estado agressor".

"Se os deputados apresentarem um projeto de lei separado, se criará um grupo de trabalho e essa outra lei será considerada na sala. Mas esta linha não se refere à estratégia proposta pelo presidente", acrescentou.

As províncias orientais de Donetsk e Lugansk, atualmente sob controle parcial de milícias pró-Rússia, declararam em 2014 sua independência da Ucrânia após a realização de várias consultas de autodeterminação que não foram reconhecidas pela comunidade internacional nem pelo governo de Kiev.

Desde então, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, veio acusando à Rússia de ocupar parte do território da Ucrânia de forma ilegítima, assim como de iniciar e organizar "atividades terroristas" através do apoio a grupos militares ilegais para desestabilizar o país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos