Colômbia expropria US$ 5,4 milhões de ex-presidente regional de Madri

Madri, 10 nov (EFE).- A Justiça espanhola, em colaboração com a a panamenha e a colombiana, apreendeu US$ 5,4 milhões e diferentes imóveis na Colômbia do ex-presidente regional de Madri, Ignacio González, relacionados com um caso de corrupção com nexos na América Latina, inclusive no Brasil.

Essa quantia é o patrimônio que González teria reunido por meio de suas atividades criminososas vinculadas com o Canal de Isabel II, empresa pública de águas de Madri que presidiu e que se expandiu a diversos países latino-americanos, segundo informou nesta sexta-feira a emissora de rádio "Cadena SER" e confirmaram à Agência Efe fontes da investigação.

A apreensão inscreve-se na denominada "Operação Lezo", que investiga a possível supervalorização na aquisição em 2001 por parte do Canal de Isabel II da filial latino-americana Inassa e da compra supostamente fraudulenta em 2013 da empresa brasileira Emissão Engenharia e Construções.

A empresa brasileira foi comprada por 21,4 milhões de euros, mas um mês depois seu patrimônio líquido era de 10,6 milhões e, passado um ano, de apenas 5,3 milhões.

A procuradoria colombiana também está investigando as supostas irregularidades do Canal de Isabel II através da filial Inassa, onde participou da gestão de água de várias cidades, como Barranquilla e Rioacha, entre outras.

Após o escândalo, o Canal de Isabel II anunciou em maio deste ano que venderá todas suas empresas na América Latina através de um processo "ordenado".

Ignacio González, que presidiu a região de Madri entre 2012 e 2015, saiu no último dia 8 da prisão madrilenha onde encontrava-se há mais de seis meses, após pagar 400.000 euros de fiança imposta pela Audiência Nacional da Espanha.

Segundo a "Cadena SER", a apreensão de hoje foi decisiva para permitir a sua liberdade condicional.

O ex-presidente regional madrilenho e outros 10 altos cargos detidos em abril deste ano na Espanha estão acusados de utilizar a empresa pública de águas da capital em um desvio de 23 milhões de euros por meio de transações nas suas filiais na América Latina.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos