Estado Islâmico recupera controle total de seu último reduto na Síria

Cairo, 11 nov (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu novamente neste sábado o controle total da cidade de Albukamal, na fronteira entre Síria e Iraque, depois de perdê-la para forças vinculadas ao governo sírio há dois dias, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

O Observatório indicou em um comunicado que o EI obrigou as tropas leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, a recuarem para os arredores da cidade.

O OSDH acrescentou que os combates continuam entre as milícias iraquianas Multidão Popular, os Guardiões da Revolução Islâmica (Irã) e o grupo xiita Hezbollah, que lutam ao lado de Assad, e os terroristas do EI.

Pelo menos 26 civis morreram nos intensos bombardeios contra a cidade que foram acionados para tentar conter a contraofensiva dos jihadistas, que começou ontem.

Pelo menos duas famílias inteiras estão entre os mortos, além de crianças e mulheres.

O OSDH acrescentou que há vários feridos e desaparecidos, por isso não descarta um aumento no número de mortos nas próximas horas.

Além disso, o Observatório indicou que o número de vítimas entre as fileiras das distintas facções ainda é desconhecido.

O Observatório também indicou que aviões militares bombardearam a cidade síria e o acampamento de deslocados de Albukamal, na região de Safafiya, mas não pôde detalhar a nacionalidade das aeronaves.

Os terroristas lançaram ontem uma contraofensiva contra o exército sírio, que na quinta-feira tinha anunciado a reconquista da cidade.

Até o momento, as autoridades sírias e os veículos de imprensa oficiais não divulgaram qualquer informação sobre esses enfrentamentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos