Justiça da França acusa 8 detidos de terrorismo

Paris, 11 nov (EFE).- Ao todo, oito pessoas detidas na terça-feira passada numa operação conjunta entre autoridades francesas e suíças, suspeitas de preparar um atentado terrorista, foram acusadas neste sábado na França e sete delas presas, enquanto a oitava foi colocada em liberdade condicional.

O juiz decidiu seguir o pedido do Ministério Público e acusar os detidos por associação com fins terroristas, conforme indicaram fontes da Justiça à Agência Efe. As investigações comprovaram que os indivíduos "compartilhavam a vontade de cometer uma ação violenta na França". Conforme as fontes, alguns envolvidos confessaram de forma explícita participação no grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

As trocas de mensagens interceptadas pelas autoridades foram "inquietantes" embora, por enquanto, não permitiram comprovar que o grupo tivesse um projeto de atentado concluído. O promotor de Paris, François Molins, indicou à "Radio France" que nas mensagens os detidos falavam em "passar à ação" nos próximos meses, mas reiterou que os objetivos concretos ainda não foram determinados.

De acordo com as fontes, a Polícia francesa não encontrou armas nas inspeções, mas apreendeu material digital que está sendo analisado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos