Duterte descarta que Trump critique abusos de sua "guerra antidroga"

Manila, 12 nov (EFE).- O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou neste domingo que seu colega dos Estados Unidos, Donald Trump, critique em Manila os supostos abusos da sua polêmica "guerra contra as drogas", que deixou mais de 7.000 mortos no país.

Duterte afirmou para a imprensa que Trump "não pode se permitir atribuir-lhe assassinatos extrajudiciais no marco da campanha antidroga" durante o encontro bilateral que ambos terão, previsivelmente na segunda-feira, por ocasião da cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean).

"Não falaremos destas coisas porque, em primeiro lugar, não são certas; e segundo, nós não a fazemos", explicou o líder filipino, em relação aos supostos assassinatos extrajudiciais de sua "guerra contra as drogas", denunciados por várias organizações.

A Anistia Internacional (AI), assim como uma comissão da Câmara de Representantes (Deputados) americana, pediram a Trump esta semana que aproveite a reunião com seu colega filipino para exigir dele que ponha fim aos supostos abusos contra os direitos humanos cometidos na campanha antidrogas.

Considera-se, no entanto, pouco provável que Trump atenda a estes pedidos, levando em conta que em maio elogiou a eficácia dessa campanha numa conversa por telefone com Duterte, segundo revelou o presidente filipino.

"Quando digo isso, te destruirei, te matarei, não se trata de uma conspiração. É só a fúria no meu coração (contra os traficantes de drogas) por tratar os filipinos como lixo", argumentou hoje o presidente filipino para desprezar qualquer responsabilidade legal sobre os assassinatos extrajudiciais.

Trump chegará esta tarde a Manila para participar da reunião da Asean e partirá na terça-feira para os EUA, pondo fim à sua primeira excursão pela Ásia, que também o levou a Japão, Coreia do Sul, China e Vietnã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos