Promotoria decide na terça-feira se chama vice do Equador para depor

Quito, 12 nov (EFE).- A Promotoria Geral do Estado prevê que o juiz Miguel Jurado, da Corte Nacional de Justiça, revele na próxima terça-feira se chama ou não para julgamento o vice-presidente sem funções do Equador, Jorge Glas, investigado dentro da trama de supostos subornos da Odebrecht.

Assim indica em comunicado ao final do quarto dia consecutivo de audiência "avaliatória e preparatória" do possível julgamento pelo suposto crime de formação de quadrilha.

O procurador-geral do Estado, Carlos Baca, rebateu um por um os argumentos apresentados pelos advogados defensores dos 13 processados no caso Odebrecht.

Enfatizou que a Promotoria "não está disposta a fazer deste caso um show político", diz o comunicado.

"Por isso agiu no marco da Lei, com respeito ao devido processo e se mantendo longe do confronto midiático", acrecentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos