Ataque com granadas contra bar na RDC deixa pelo menos 10 mortos

Bangui, 13 nov (EFE).- Pelo menos dez pessoas morreram e 29 ficaram feridas após um ataque com granadas contra um bar da capital da República Centro-Africana, Bangui, onde acontecia um show, confirmaram à Agência Efe testemunhas dos fatos.

No entanto, nesta segunda-feira o ministro de Segurança Pública, Henri Wanze Linguissara, anunciou que uma apuração provisória de vítimas tachou os mortos em 4 e os feridos em 20.

Linguissara afirmou que os fatos estão sendo apurados e pediu à população local que "não se deixe levar pela manipulação" para "preservar este ambiente de paz" perante as informações que falam de represálias - tiroteios e linchamentos, fundamentalmente - baseadas em rumores em diferentes pontos da cidade.

As testemunhas relataram à Agência Efe que duas motocicletas com "várias pessoas" invadiram o local depois das 19h local (15h, em Brasília) de sábado lançando granadas contra o público que presenciava o concerto.

Ao utilizar este tipo de veículo, os rumores apontam para um grupo de moto-táxis, operados principalmente por muçulmanos, por isso que foram o alvo das represálias: até agora, três deles faleceram e quatro estão em paradeiro desconhecido.

No entanto, os agressores, que fugiram, não foram ainda identificados.

A República Centro-Africana vive um complicado processo de transição desde que em 2013 os rebeldes Séléka derrubaram o presidente François Bozizé, o que suscitou uma onda de violência sectária entre muçulmanos e cristãos que deixou milhares de mortos. EFE

em/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos