Duterte diz na cúpula de Asean que terrorismo ameaça a paz na Ásia

Manila, 13 nov (EFE).- O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, afirmou nesta segunda-feira que o terrorismo ameaça a paz na Ásia, durante um discurso dentro das reuniões da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) em Manila.

Em um ato com líderes de mais de uma dúzia de países da Ásia, América, Europa e Oceania, o presidente filipino também mencionou a pirataria marítima, o tráfico de drogas e a migração como alguns dos temas a tratar nas reuniões de hoje e amanhã.

"O jihadismo e o narcotráfico põem em perigo a prosperidade econômica e a integridade das instituições e, o que é mais importante, a segurança da nossa gente", ressaltou Duterte.

Jihadistas do Estado Islâmico (EI) ocuparam entre maio e outubro deste ano a cidade de Marawi, no sul das Filipinas, e esse grupo terrorista conta com seguidores em Indonésia e Malásia, dois países de maioria muçulmana na Asean.

O presidente filipino anunciou que ao longo destas reuniões a Asean assinará um acordo para a salvaguarda dos direitos dos trabalhadores imigrantes para garantir a sua proteção social e o seu acesso à justiça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos