Represa danificada por terremoto no Iraque está em situação "preocupante"

Erbil (Iraque), 13 nov (EFE).- Os ministros de Recursos Hídricos do Iraque, Hassan al Janabi, afirmou nesta segunda-feira que a situação na represa de Darbandijan (nordeste), danificada pelo terremoto de ontem à noite ocorrido na fronteira com o Irã, é "preocupante".

A represa, situada no rio Diyala, tem "danos visíveis", mas ainda é desconhecido o alcance dos mesmos, disse o ministro em comunicado.

Poucas horas depois do terremoto, o diretor da represa de Darbandijan, Rahman Jani, disse que foram detectadas fendas na superfície da infraestrutura e pediu à população que evacuasse a zona.

Uma equipe de engenheiros e geólogos do Ministério se dirigiu hoje à represa para dar apoio ao pessoal que trabalha nessa usina hidrelétrica e avaliar os danos.

O ministro afirmou que a prioridade é oferecer "segurança" aos cidadãos, por isso que as autoridades pretendem esvaziar a caixa d'água de forma gradual.

A represa contém 1,5 bilhão de metros cúbicos de água e está com 55% de sua capacidade, segundo explica o comunicado.

Além disso, o ministro aconselhou à população que vive rio abaixo que "tome precauções" e "se afastar" do leito do Diyala.

O terremoto deixou pelo menos 328 mortos e quase 4 mil feridos no Irã e outros sete mortos e cerca de 200 feridos no Iraque, segundo os últimos dados oficiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos