Sobe para 53 o número de mortos em bombardeios contra mercado na Síria

(Atualiza o número de mortos).

Cairo, 13 nov (EFE).- Pelo menos 53 pessoas morreram nesta segunda-feira em três bombardeios contra um mercado da cidade de Al Atareb, no oeste da província de Aleppo, no noroeste da Síria, que também causaram importantes danos materiais.

As informações são do Observatório Sírios de Direitos Humanos, que anteriormente tinha confirmado a morte de 29 pessoas, entre elas cinco menores de idade e três mulheres.

O Observatório alertou que o número de vítimas pode aumentar porque há muitos feridos, vários deles em estado grave.

A organização, que tem sede em Londres, não confirmou se os bombardeios foram realizados por aviões da Rússia ou do governo da Síria, que atuam em áreas controladas por insurgentes.

Hoje, aviões do regime da Síria bombardearam também pontos na região de Al Mansura, no oeste da província de Aleppo, causando danos materiais. Outro alvo foi a aldeia de Kafrdael.

Por outro lado, o Observatório indicou que ontem ocorreu uma reunião dos conselhos locais opositores com representantes da Organização para a Liberdade do Levante, aliança da ex-filial da Al Qaeda na Síria, que fizeram um acordo e o Movimento Nur al Din al Zanki, após seis dias de combates entre eles no oeste de Aleppo.

Nas províncias de Aleppo, Idlib e Hama, nas áreas dominadas pela oposição, há partes que estão em poder de grupos rebeldes apoiados pela Turquia e outras sob o controle de facções armadas, a maioria delas de caráter islamita e entre as quais figura a Organização para Libertação do Levante.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos